"A gente tem que ser forte em casa", afirma Giovane Gomez

Com apenas uma derrota dentro de casa em 2022, o Caxias chega à última rodada da Série D apenas dependendo de si para garantir a primeira posição do grupo 8. O Azuriz, do Paraná, é um adversário conhecido e que foi amargo no primeiro turno, quando bateu o grená por 1x0 em Pato Branco.

"Agora nós temos o fator casa e também mudou bastante o time time. Nós jogamos lá contra o Azuriz e foi bem diferente. Também está na reta final da chave, então acredito que muda bastante. (...) Sabemos que eles têm uma defesa forte, mas a gente também tem que ser forte em casa, tem que buscar estes pontos. A gente tem um ataque que também é forte, então acredito que vai ser um grande jogo", relembrou o atacante Giovane Gomez, em entrevista coletiva nesta quarta-feira (13).

O jogador vem se recuperando de uma cirurgia no ombro direito, a qual foi submetido ainda no final de fevereiro. Desde então, já participou de cinco jogos, sem marcar gols. Ele falou que já se sente bem em relação ao seu recondicionamento.

"A lesão no ombro já estou esquecendo. A condição física também já está boa. Acredito que vou estar 100% quando fizer o gol, enquanto isso estou ali nos 90%, 98%, mas estou me dedicando ao máximo para poder ajudar a equipe nessas vitórias", disse.

Foto: Vitor Soccol/S.E.R. Caxias

7 visualizações0 comentário