top of page

A massificação do 5G no Brasil

José Felipe Ruppenthal




Apenas 20,2% de todas as estações rádio base no país possuem a tecnologia habilitada



A massificação do 5G no Brasil está em andamento, representando um impulso significativo para a economia e a sociedade. No entanto, enfrentamos desafios, especialmente em relação à necessidade de expandir a infraestrutura.


Atualmente, apenas 20,2% das estações rádio base no país têm a tecnologia 5G habilitada, indicando uma cobertura limitada, independentemente do tamanho da cidade.


O Distrito Federal lidera, com impressionantes 55,2% das estações com 5G ativo, seguido por Ceará (33,9%) e Rio de Janeiro (33,7%).


Quando focamos nas capitais, algumas notícias promissoras surgem. Fortaleza, por exemplo, alcança 71,5% das 877 ERBs com 5G habilitado, considerando todas as operadoras:


1º Fortaleza 71,5%


2º Sao Paulo 57,6%


3º Brasilia 55,2%


4º Rio de Janeiro 53,5%


5º Belem 48,3%


6º Salvador 47,9%


7º Recife 47,3%


8º Goiania 46,8%


9º Teresina 45,5%


10º Belo Horizonte 42,9%


No entanto, para alcançar uma verdadeira massificação do 5G, é crucial investir na expansão da infraestrutura, incluindo a instalação de novas estações rádio base e a modernização das existentes.


O processo de massificação do 5G é complexo, mas com grande potencial para o Brasil. Governo, municípios, empresas de telecomunicações e a sociedade civil precisam colaborar para superar desafios e aproveitar as oportunidades oferecidas por essa tecnologia.





6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page