"Acaba se tornando repetitivo", avalia Zanella sobre justificativas após derrota alviverde

A sequência de cinco empates do Juventude, dentro de casa, foi interrompida nesse domingo (25), com, a derrota por 2 a 1 para o São Paulo. Mais uma vez, o time produziu, chegou a ser superior ao adversário em alguns momentos, porém, acabou sendo derrotado. O interino Lucas Zanella lamentou o resultado negativo, em coletiva:

"Acaba se tornando repetitivo com a lanterna ter vir aqui explicar. Foi um jogo equilibrado, onde a gente finalizou, teve posse de bola equilibrada e chega em um ponto que não conseguimos ter a vitória. A gente explica que o vestiário comprou a ideia de novo, deu o seu melhor, só que chegou em um ponto pela qualidade do adversário que a gente não conseguiu ter sucesso", analisou.

Sob o comando de Zanella, o Juventude marcou gols em todas as paridas, o que não vinha acontecendo com Umberto Louzer, no entanto, o interino ponderou que os ajustes estão focados no setor defensivo: "Estamos trabalhando muito na questão defensiva,, tentando jogar com um pouco mais de espaço em relação aos contra-ataques. É dar confiança para eles, dar velocidade nos ataques, mas estamos focados na parte defensiva. Ainda estamos tomando gols, o que estamos trazendo é correndo menos riscos e aí é a qualidade dos adversários".

O Juventude, que não foi matematicamente rebaixado ontem graças a Ceará e Coritiba, que não venceram seus jogos, pode cair na próxima rodada, sem depender de resultado paralelos, caso não vença o Atlético-MG, em Belo Horizonte, na próxima quinta-feira, 21h30. Sobre o aspecto anímico dos atletas, Zanella defendeu a continuidade do foco no trabalho no dia a dia:

"A ideia que estamos trabalhando com os jogadores é que ele sigam dando o melhor jogo a jogo, comprando a ideia. O rebaixamento ainda não está sacramentado, o grupo está motivado e tentando jogar de igual para igual com os adversários".

foto: reprodução YouTube / Esporte Clube Juventude



18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo