Andréia Leão, árbitra do Golf, explica como funciona a modalidade nas Surdolimpíadas



Além de toda a técnica usada pelos atletas, o Golf é um esporte que requer muita concentração. Na Surdolimpíadas, não é diferente. Para chegar ao topo do pódio, os atletas devem fechar todo o circuito com no máximo 71 tacadas. Na manhã deste sábado (07) ocorreu a primeira etapa classificatória da prova, e quem explica melhor a competição é a árbitra Andréia Leão.


Confira na reportagem de Douglas Mondadori:



1 visualização0 comentário