top of page

Brasil sobe três posições e já é o 27º país com o acesso à internet via banda larga fixa mais rápido do mundo





Nos últimos 12 meses, a velocidade média de acesso à internet via banda larga fixa no Brasil cresceu quase 40%. A nossa velocidade média de download é quase 55% superior à média mundial.



No último relatório da Ookla (Speedtest Global Index), o Brasil aparece ocupando a 27ª posição no ranking mundial de velocidade de acesso à internet via banda larga fixa, superando países como Suécia, Noruega, Finlândia, Coréia do Sul e Catar.



A performance média dos 181 países que foram analisados está em 90,21 Mbps de download e 41,18 Mbps de upload.



No Brasil, as velocidades médias são as seguintes:


- Download: 140,46 Mbps


- Upload: 92,39 Mbps



Este é um cenário bem diferente do início de janeiro de 2023, quando as velocidades médias eram as seguintes:



- Download: 100,58 Mbps


- Upload: 73,70 Mbps



Atualmente, o ranking é liderado por Cingapura (263,5 Mbps), Hong Kong (259 Mbps) e Chile (240,8 Mbps). O TOP 30 fica assim (em Mbps):



1º - Cingapura 263,5


2º - Hong Kong 259,0


3º - Chile 249,8


4º - China 248,9


5º - Mônaco 247,4


6º - Emirados Árabes 239,4


7º - Islândia 226,1


8º - Estados Unidos 219,7


9º - Tailândia 216,3


10º - Dinamarca 209,5


11º - França 207,4


12º - Romênia 205,7


13º - Espanha 201,1


14º - Suíça 195,2


15º - Japão 185,7


16º - Holanda 181,3


17º - Canadá 176,5


18º - Andorra 170,7


19º - Israel 167,4


20º - Nova Zelândia 162,5


21º - Macau 160,0


22º - Taiwan 157,7


23º - Hungria 155,1


24º - Portugal 154,4


25º - Kuwait 148,5


26º - Panamá 147,3


27º - Brasil 140,5


28º - Suécia 139,4


29º - Polônia 139,3


30º - Uruguai 139,1



O Brasil segue à frente de países considerados de primeiro mundo, como (Velocidade em Mbps):



- Suécia: 139,3 


- Noruega: 134,61 


- Coreia do Sul: 123,3 


- Finlândia: 109,6 


- Irlanda: 102,2 


- Inglaterra: 92,1 


- Alemanha: 89,9 


- Áustria: 83,2 


- Itália: 71,4 


- Austrália: 54,4 



Uma banda larga fixa de alta velocidade não é apenas uma conveniência, mas sim uma infraestrutura essencial que impulsiona o progresso e a inclusão em diversas áreas da sociedade moderna.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page