top of page

Caminhada pede o Fim da Violência contra Mulheres e Meninas

A mobilização aconteceu no Brasil e em várias cidades do exterior


Em Caxias do Sul, cerca de 250 pessoas participaram. (Fotos: Marina Bastos)



Mulheres, homens e crianças caminharam pelas ruas de Caxias do Sul, na manhã deste domingo (4), para pedir o Fim da Violência Contra Mulheres e Meninas. O grupo gritou em uníssono “Mexeu com uma, mexeu com todas”, "Em briga de marido e mulher, a gente mete a colher”, Amor não fere, denuncia” e “Liga 180”, alertando para que a sociedade se sensibilize e se engaje na prevenção e na eliminação de todas as formas de violência, moral, física, sexual, psicológica e patrimonial. A organização foi comandada pelo Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Caxias do Sul , que realizou pela segunda vez o ato no município.


“Este movimento é um pedido de socorro, um chamado de atenção para toda a sociedade, para que a gente possa cada vez mais, enquanto pais, mães, amigos, colegas, estarmos atentos aos sinais da violência e trabalharmos no apoio e na prevenção, somente assim vamos conseguir eliminar estes números que são tão graves”, pontuou a líder do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Caxias do Sul, Celiz Frizzo.


Segundo a ONU Mulheres, 1 em cada 3 mulheres em todo o mundo experienciam violência sexual ou física ao longo da sua vida. No Brasil, dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, indicam que uma mulher é vítima de feminicídio a cada 7 horas, o que significa dizer que, ao menos 3 mulheres morrem por dia por serem mulheres.


A caminhada saiu do Largo da Prefeitura Municipal (Rua Alfredo Chaves, 1333), às 9h – e percorreu a Rua Alfredo Chaves (passando pelo Júlio de Castilhos) até a Praça Dante Alighieri, seguindo até o Parque dos Macaquinhos. A maioria usou uma peça de roupa laranja, cor escolhida pela ONU para criar-se uma visão simbólica de um mundo mais positivo, o ideal de um mundo livre da violência contra as mulheres e meninas.


A Caminhada pelo Fim da Violência contra as Mulheres, em Caxias do Sul, tem o patrocínio da Afix Rótulos e Etiquetas, Editora São Miguel, Growover, Grupo Brinox, Pisani Plásticos, Prógas Braesi e Transfreitas. O apoio é da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social, do Movimento Todas Seguras e Orquídea Alimentos.



Núcleo Caxias do Sul foi criado em Caxias em dezembro de 2020


O Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Caxias do Sul faz parte do Grupo Mulheres do Brasil, movimento liderado pela empresária Luiza Helena Trajano, desde 2013, em SP. A bandeira levantada pelas mais de 111 mil mulheres no Brasil e no mundo, é engajar a sociedade na conquista de melhorias para o país, eliminando as desigualdades de gênero, raça e condição social.


Em Caxias, foi criado em dezembro de 2020 por Celiz G. Frizzo, que comanda o colegiado com Júlia Bertoluci e Andrea Varaschin Webber. O grupo atua em diversos projetos nas temáticas da saúde, empreendedorismo, igualdade racial, meninas do Brasil, educação e combate à violência contra a mulher.

Para fazer parte, basta se cadastrar no site GMDB, no seguinte endereço https://www.grupomulheresdobrasil.org.br/, na seção Junte-se a Nós.




Divulgação:

Alessandra Muraro

(54) 98118.4410

Rafaela Daros

(54) 9139.7186

@grupomulheresdobrasilcaxiasdosul




21 visualizações0 comentário
bottom of page