Cerca de 600 pessoas realizam trabalho voluntário nas Surdolimpíadas


Foto: Deaflympics TV by XPlay
Milhares de atletas vão disputar as Surdolimpíadas, que ocorre em Caxias do Sul, no mês de maio. Para a realização do evento, cerca de 600 voluntários trabalham juntamente com o comitê. Quem explica melhor sobre os voluntários da Surdolimpíadas é o responsável pela Central de Reservas Jérson Martins.

"A organização é feita em várias mãos. Ninguém faz sozinho hoje. Assim, para você ser voluntário na limpeza, você tem que falar libras. Porém, não basta falar libras num evento internacional desse, você tem que falar a língua internacional de Libras, que é diferente da nossa. Então, para que isso possa acontecer, você tem que abrir o leque, e esse leque não é, não ficou mais em Caxias. Então estão vindo voluntários que falam a língua internacional e está vindo de São Paulo, do Rio de Janeiro e está vindo muita gente de Recife, está vindo de todas as regiões do país e também internacional. Nós temos voluntários, para você ter ideia, da Turquia, temos voluntários da Ucrânia, temos voluntários do Paquistão. Quer dizer, então são vários países que mandaram voluntários para facilitar não só a vida deles e também facilitar o voluntariado. Ele tem uma parcela muito importante nisso, entender porque nós não conseguimos fazer sem eles. E o mais importante é que veio, veio gente de todos os lados para nos ajudar".

Acompanhe a reportagem feita pelo repórter Douglas Mondadori:



46 visualizações0 comentário