Com emoção e encantamento, desfile cênico entra para a história da Festa da Uva

Atualizado: 22 de fev.

Projeção visual na fachada da Catedral com homenagem a profissionais da Saúde, apresentação final das soberanas e figurantes e carro com rainhas de eventos anteriores arrebataram o público


A Festa da Uva tem mais um desfile que pode ser chamado de histórico. Cinquenta anos e um dia depois das cores do corso alegórico impressionarem o Brasil, com a primeira transmissão colorida gerada pela televisão brasileira, em 19 de fevereiro de 1972, os tons e matizes cromáticas voltaram a estabelecer um marco referencial para o evento e a cidade. Em 20 de fevereiro de 2022, as cores pintaram a resiliência e a solidariedade diante da pandemia da Covid-19 e a evolução histórica da Festa da Uva e de Caxias do Sul tendo a Catedral Diocesana como tela.
Após nova ameaça de cancelamento pela chuva que caiu sobre a cidade no final da tarde _ o primeiro corso, marcado para sexta, foi transferido por causa do mau tempo – a organização manteve o desfile para este domingo. A medida agradou o público, que lotou os 1,2 mil lugares das arquibancadas e as calçadas da Rua Sinimbu entre as ruas Alfredo Chaves e Dr. Montaury. Quem não esteve entre os 12 mil espectadores presentes pôde acompanhar a transmissão ao vivo e exclusiva da XPlay TV. Clique aqui para o vídeo completo
A partir da ideia de retomada e recomeço trazida pelo tema da festa deste ano – Juntos Outra Vez –, o desfile apresentou, nos dois primeiros blocos, ‘Quem Somos’ e ‘O Que Fazemos’, a tradicional evolução de Caxias, desde a imigração italiana original até as imigrações contemporâneas. Com isso, foram homenageados a agricultura, a industrialização, as conquistas e as diferentes culturas e etnias que constroem a cidade ao longo da sua história.

Soberanas de Outros tempos retornam ao corso


A emoção se intensificou – e permaneceria até o final do desfile – a partir do carro com ‘as Soberanas de Outros Tempos’, trazendo as rainhas Roxane Torelly (1975), Annemarie Brugger (1978), Deliz De Zorzi (1989), Patrícia Pezzi Zambiasi (1996), Fabiana Koch (2000), Juliana Marzotto (2002), Priscila Tomazzoni (2004), Tatiane Frizzo (2010), Giovana Crosa (2014), Rafaelle Furlan (2016) e Maiara Perottoni (2019). Até o final da festa também está prevista a participação das rainhas Marília Conte Daros (1981), Andressa Lovato (2008) e Roberta Toscan (2012), totalizando 14 soberanas.


Projeção na Catedral e homenagem impactaram a plateia

O último bloco, ‘Nosso Momento Atual’, inundou de encantamento o público e os participantes. Um surpreendente apagamento das luzes e interrupção da música representou a parada provocada pela pandemia, e estabeleceu um momento de reflexão e honra à memória das vítimas da Covid e familiares. A luz começou a retornar a partir do vitral central da Catedral, onde o surgimento de um coração humano deu início a uma projeção mapeada que homenageou os profissionais da Saúde e arrebatou a plateia. No retorno da iluminação, os profissionais surgiram na Sinimbu, de frente à arquibancada, sendo ovacionados pelo público.

A atmosfera se manteve nos carros seguintes, que propuseram ‘a nova colheita’, simbolizando a retomada também demarcada pela Festa da Uva, até o tradicional encerramento com o carro das atuais soberanas. Mas o corso não se encerrou ali. Uma nova narrativa visual projetada na Catedral exibiu a arte e a evolução histórica de Caxias do Sul e da Festa da Uva.


Apresentação final consolida o Juntos Outra vez

Em seguida, a rainha Pricila Zanol e as princesas Bianca Fabro Ott e Bruna Mallmann surgiram da porta principal do templo, acompanhadas das nove embaixatrizes, posicionando-se no alto e ao longo das escdarias, enquanto os figurantes se posicionaram novamente defronte ao público para uma grande apresentação integrada e coreografada ao som da música-tema da festa – e, sobretudo, em conexão com seu sentido essencial: o de estarmos Juntos Outra Vez.
A chuva, que ameaçou antes e não aconteceu durante, caiu exatamente após o encerramento, sobre um público já banhado por encantamento.


Próximas datas

Com a remarcação do desfile cancelado na sexta passada para uma data extra (quinta, dia 24), a agenda da festa tem mais cinco corsos programados:
- 23/02 – quarta
- 24/02 – quinta
- 26/02 – sábado
- 01/03 – terça
- 05/03 – sábado

O Desfile em Números
- Seis alas
- Dez carros alegóricos
- Quatro alegorias voluntárias
- Mais de 50 quadros entre dança, teatro, circo, música e apresentação de entidades
- Cerca de cem figurantes voluntários
- Mais de 50 músicos na Orquestra e o Coro Municipal.
- Quatro equipes na construção dos carros e alegorias, contabilizando cerca de cem pessoas envolvidas direta e indiretamente

Direção de Cultura e Desfiles - Aline Fernanda Zilli
Coordenação Geral - Cristina Nora Calcagnotto, Jonas Piccoli e Magali Quadros




158 visualizações1 comentário