top of page
  • XPlay TV

Conectando o Futuro: a Banda Larga via Fibra no Brasil e a sua ascensão como referência Global


José Felipe Ruppenthal




Recentemente, a Anatel - Agência Nacional de Telecomunicações divulgou os dados de abril de 2023, revelando que alcançamos a marca de 45,62 milhões de acessos de banda larga fixa no Brasil.


O acesso via fibra óptica já ultrapassa os 50% de participação em todos os estados, chegando a uma penetração de 72,08% em nível nacional.


Essa evolução no mercado de banda larga fixa no Brasil se tornou uma referência global, estamos superando importantes mercados como o dos Estados Unidos, onde a fibra representa apenas 20%, Alemanha (11%), Inglaterra (11%), Austrália (24%), Canadá (26%) e Suíça (26%).


Em comparação, o mercado brasileiro se aproxima dos índices de países como Coreia do Sul (87,31%), Japão (84%), Espanha (81%), Suécia (79%), Lituânia (78,6%) e Islândia (77,9%).


No entanto, nem sempre foi assim. O crescimento foi extraordinariamente rápido e é importante olhar para trás para acompanhar o avanço da fibra óptica no Brasil:


[Participação da Fibra no mercado de banda larga fixa]:


- Abr/23: 72,08%

- Abr/22: 65,30%

- Abr/21: 54,14%

- Abr/20: 35,88%

- Abr/19: 21,56%


Atualmente, cinco estados estão abaixo da média nacional: Alagoas (68%), São Paulo (64,8%), Amazonas (59,6%), Rio de Janeiro (58,8%) e Distrito Federal (56,1%).


Em Roraima (94,7%) e Amapá (93,3%), a fibra óptica já representa mais de 90% dos acessos, mas esses números eram significativamente inferiores em abril de 2017, com 3,49% em Roraima e 23,41% no Amapá.


Outro destaque é o Ceará, que atualmente tem 88,7% de todos os acessos feitos por fibra óptica, em comparação com apenas 10% em abril de 2017.


Essa evolução rápida em um país de dimensões continentais demonstra que o modelo brasileiro é a referência global no momento.


A fibra óptica é um dos pilares para sustentar as tecnologias emergentes, a nova era de convergência e a transformação digital.


Os nossos avanços indicam que estamos progredindo na direção certa.







Fontes: Anatel e OECD

4 visualizações0 comentário

תגובות


bottom of page