top of page
  • XPlay TV

Dispositivos 5G: um dos grandes desafios para popularizar a tecnologia. Estamos no caminho certo?

José Felipe Ruppenthal



O mercado gerou uma grande expectativa a respeito do 5G para os consumidores e empresas, agora todos aguardam a massificação da tecnologia para que ela consiga fazer o seu papel, atingir o seu potencial e de fato trazer os benefícios que foram prometidos. No meio dessa jornada podemos encontrar grandes desafios como o investimento em infraestrutura, legislação, segurança e claro, ter dispositivos 5G disponíveis no mercado. E estamos no caminho certo? Dispositivos 5G disponíveis no mercado Conforme a GSA (Global mobile Suppliers Association), fechamos o mês de fev/2023 com 1.840 dispositivos 5G anunciados globalmente pelos fabricantes, onde 1.472 já estão disponíveis comercialmente. Isso mostra um crescimento de 53% na quantidade de dispositivos à venda comparando com fev/22. Na época, apenas 68,4% dos dispositivos estavam disponíveis comercialmente, hoje esse número representa 80%. No Brasil, esse número é mais impactante; em fev/22, apenas 16 smartphones com suporte a 5G estavam homologados pela Anatel - Agência Nacional de Telecomunicações e hoje, esse número cresceu 606%, atingindo a marca de 113 dispositivos. Mesmo assim, a quantidade de smartphones 5G representa apenas 14% do total de dispositivos 4G (LTE) homologados. Tipos de dispositivos Os smartphones representavam 49,60% de todos os dispositivos 5G lançados em fev/22 e hoje representam 51,60%. Já o número de dispositivos não smartphone (CPE, IoT etc) cresceu quase 39%, saindo de 643 para 891 nos últimos 12 meses. Na era 4G, o smartphone representava quase 80% de todos os lançamentos nos 2 primeiros anos. Essa lateralização é muito importante, mostra que de fato os fabricantes estão focando em entregar para o mercado dispositivos que também possam ser usados pelas empresas e não algo "quase só" para B2C. O preço dos dispositivos 5G Esse é um dos temas mais sensíveis no momento e um estudo da IDC Brasil mostrou que o consumidor brasileiro segue comprando aparelhos 4G por uma questão de renda. Em 2023, um aparelho 4G está custando em média R$ 1.300,00; já os celulares com suporte a 5G custam em média 148% mais caro, cerca de R$ 3.300,00, como aponta um estudo da GfK. O valor médio de um aparelho com suporte a 5G reduziu 30% comparando com o início de 2022 e a expectativa é que ocorra uma nova redução nesse ano, mas não no mesmo patamar do ano anterior. Em contrapartida, as incertezas na China ainda causadas pelo COVID-19 e a guerra na Ucrânia estão gerando um impacto na cadeia de fornecimento, aumentando os custos de produção. Mas qual é a conclusão? Estamos no caminho certo? Sim, todos os números mostram que de fato o ecossistema de dispositivos para o 5G está sendo construído e disponibilizado para extrairmos todo o potencial da tecnologia, agora resta deixar ao mercado encaixar essas ofertas.


5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page