Eduardo Baptista: "A equipe tinha uma expectativa, infelizmente no 2º tempo mudou tudo"


O Juventude não conseguiu pontuar em casa, e acabou perdendo do Santos por 2 a 1. Com um primeiro tempo superior, o Verdão acabou com Yuri expulso, e jogou todo o segundo tempo com um homem a menos. A desvantagem numérica fez com o que o Santos crescesse e buscasse a virada.

O Técnico Eduardo Baptista analisou os dois tempos distintos do Juventude. " O Santos é uma equipe que joga muito pelos lados. Então, defensivamente a gente tinha a ideia de tirar esse cruzamento, eles cruzaram muito pouco na área, a gente conseguiu proteger, e ao mesmo tempo eles iam dar espaço para a gente rocar de corredor. Foi uma conversa que eu tive com o Bueno, de povoar, juntamente com o Pitta, a área. Nós conseguimos ser mais eficientes que o Santos no primeiro tempo, conseguimos levar mais perigo que o Santos. E no segundo tempo, nós com um a menos, a equipe santista foi melhor", analisa o comandante Alviverde.

A derrota em casa, faz com que o Juventude busque, mais do que nunca, contra o Atlético-GO, a vitória, some pontos e tente se erguer na tabela.

"A equipe tinha uma expectativa e é normal que a torcida cobre. Sei minhas obrigações, sei o que tenho que fazer. Tinha uma preocupação muito grande, pois a derrota para o Corinthians fugiu muito da curva do que a gente vinha fazendo. Então era resgatar e motivar os atletas e eles deram essa resposta. Minha preocupação é com atleta, para dar uma resposta na próxima partida", afirmou Eduardo Baptista.

O Juventude terá agora uma sequência de jogos fora de casa. Domingo, 19, contra o Atlético-GO e depois, no outro domingo, 26, contra o São Paulo.



43 visualizações0 comentário