Estudantes da Escola Helen Keller encontram surdoatletas brasileiros

Estudantes da Escola Helen Keller se encontraram com surdoatletas brasileiros na Praça Surdolímpica. A troca de experiências e o sentimento de serem um exemplo para as crianças é muito gratificante, como mostra a jogadora de vôlei Júlia Pires.


"Tenho vontade de mostrar para essas crianças que nós somos capazes, que essa experiência, que essa evolução, tudo isso me deixa muito emocionada. Nós queremos mostrar que o Brasil é forte e que somos capazes e podemos treinar", salienta.

O pequeno Luís Gabriel, de apenas 13 anos, vibra com o evento e fala da importância dessa visibilidade para a comunidade surda e da sua expectativa do Brasil na competição.


Confira na reportagem de Douglas Mondadori:



3 visualizações0 comentário