Exposição "Gotas" encantou atletas e delegações na Deaflympics Square


Foto: Andrea Laybauer


Uma exposição literalmente para encher os olhos d’água. Ou melhor... uma exposição artística que leva o nome “Gotas”, mas com uma provocação: “Eu amo mostrar o que seus olhos não conseguem ver...”. Assim se apresenta a autora das fotografias, Andrea Laybauer, fotógrafa e especialista em registrar gotas d’água com o reflexo de quem está no fundo.

As obras estão sendo expostas até este domingo (15/05) na Praça Surdolímpica, durante a 24ª Surdolimpíadas de Verão, em Caxias do Sul. De acordo com ela, um de seus objetivos era mostrar o trabalho durante a passagem de um dos maiores eventos olímpicos do mundo pela Serra Gaúcha. Conforme Andrea, a linguagem da arte e, especialmente, da fotografia, está aberta à interpretação individual e cultural. Um momento ímpar, nas Surdolimpíadas, de observar esses diferentes olhares, seja dos atletas ou visitantes.

“É uma técnica de fotografia que são macro fotografias em alta velocidade. Eu tenho domínio sobre o fundo, o recipiente que está embaixo, mas não tenho domínio sobre a forma que o líquido vai fazer. Sou sempre surpreendida pelo formato que essa gota vai me dar. Eu tenho técnicas para querer mais movimento, menos movimento. Mas é sempre uma surpresa”, salienta a fotógrafa.

Conforme Andrea, a exposição Gotas, que está na Surdolimpíadas, foi pensada inicialmente para um evento na cidade de Gramado, na região das Hortênsias. Também, parte das fotos trazidas a Caxias do Sul foram apresentadas em outros municípios gaúchos. A próxima cidade que espera pela exposição é São Paulo. O local será divulgado.

Confira na reportagem de Tales Armiliato:




3 visualizações0 comentário