Força-tarefa é criada para garantir segurança durante as Surdolimpíadas


Foto: reprodução
A previsão é que mais de cinco mil atletas participem das Surdolimpíadas e tenha mais de dez mil espectadores.

Com isso, a Brigada Militar terá auxílio de efetivos do Rio Grande do Sul para manter a segurança em toda a região, como afirma o coronel do Comando Militar da Serra, Alexandre Brite.

"Nós tínhamos a grande expectativa de como seria desenrolado esse evento, que é um evento internacional, que até o momento só tinha acontecido na Europa e vai acontecer aqui no Brasil. Primeiro lugar que vai acontecer na América do Sul e Caxias do Sul vai ficar em evidência. Dentro desse evento em nível mundial consideramos um evento não só da região da Serra, que nós estamos aqui com o Comando Regional da Serra, mas um evento institucional em nível de Brigada Militar e em nível de governo do Estado. Desta forma, possivelmente nós recebamos também aporte de efetivos e recursos materiais de fora da região para darmos o melhor atendimento na competição. Nós teremos diversas delegações de inúmeros países participando. Então, nós vamos ter que nos esmerar, juntamente com as outras forças de segurança para dar atendimento. Mas eu acredito que vai ser possível."

As delegações começam a desembarcar em Caxias do Sul a partir do dia 21 de abril.



6 visualizações0 comentário