Juventude ensaia reação no fim, mas perde para o Atlético-MG

O Juventude sofreu mais uma derrota dentro de casa, na Série A do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (02), o alviverde foi superado por 2 a 1 para o Atlético-MG e segue na 19ª colocação, com 11 pontos. Se o Fortaleza vencer o Coritiba, neste domingo, em Curitiba, o Ju pode terminar a rodada na lanterna da competição.

Logo a um minuto de partida, o Atlético-MG mostrou o seu poder ofensivo, Calebe tabelou com Sasha emendou um belo chute para linda defesa de César que mandou para escanteio, A resposta alviverde veio com Chico, aos três minutos, o sul-coreano arriscou e mandou para fora. E aos 29 minutos, um problema que parecia estar cessado no Juventude, voltou a assombrar, Ademir invadiu a área e foi tocado nas costas por William Matheus, pênalti. Hulk bateu bem e abriu o placar.

Com 33 minutos, Chico e Óscar Ruiz fazem boa trama no lado esquerdo, Capixaba recebe bola cruzada e chuta sobre o gol. Aos 36, Óscar Ruiz tocou para Ricardo Bueno que mandou por cima da meta de Everson. Um fator agravante para o Juventude, foram as vaias para o William Matheus, pelo pênalti cometido. Isso fez com que o técnico Humberto Louzer tirasse o lateral para a entrada de Moraes, durante o intervalo,

A etapa final começou e o ímpeto do time visitante continuava maior, aos três minutos, César salvou chute de Eduardo Sasha. O técnico atleticano sacou o atacante Ademir e colocou o volante Otávio, buscando explorar o contra-ataque, estratégia bem sucedida aos 12 minutos, Hulk disparou pela esquerda, passou lotado pela marcação alviverde, e tocou para Vargas, o chileno limpou a jogada e tocou para Sasha só empurrar para o fundo da rede.

O Juventude conseguiu a primeira oportunidade aos 25, Moraes arriscou de fora da área e Everson espalmou pela linha de fundo. A oportunidade seria uma mostra do que estava por vir, aos 30 minutos, Moraes, de novo, aproveitou a sobra de bola e de pé esquerdo experimentou de fora de área, a bola desviou em Réver e eliminou qualquer chance de defesa, 2 a 1.

O gol foi uma injeção de ânimo no Juventude que cresceu no jogo e passou a ocupar mais o campo atleticano. Aos 44 minutos, Pitta recebe bola área dentro da grande área e desvia com muito perigo de cabeça para fora. O time alviverde tentou até o último lance, mas a partida terminou com vitória atleticana. O Juventude volta a campo no próximo domingo, 11h, no Estádio Couto Pereira.

foto: Fernando Alves / EC Juventude

29 visualizações0 comentário