top of page

Mapa das Estações 5G no Brasil: Um Panorama atual das Estações Rádio Base com a tecnologia ativa

Atualmente, 22,2% das Estações Rádio Base (ERBs) no Brasil já estão habilitadas para o 5G. Embora essa seja uma conquista significativa, a cobertura ainda é limitada, independentemente do tamanho da cidade, quando observamos a visão nacional.



Mesmo considerando localidades onde o 5G ainda não está ativo, essa métrica é crucial para compararmos nosso progresso com outras nações. No Brasil, 22.241 (22,2%) das 100.096 ERBs já possuem o 5G ativo



Comparativamente, na China, 29% das estações operam com 5G, totalizando impressionantes 3,5 milhões de ERBs com a nova tecnologia.



No Uruguai, menos de 5% das 6.586 ERBs possuem 5G ativo, enquanto na Argentina, o país espera encerrar 2024 com cerca de 300 estações 5G.



Estados Brasileiros com Maior Penetração:



1. DF: 54,1%


2. RJ: 35,6%


3. CE: 35,5%


4. AP: 30,9%


5. SP: 27,5%



Estados Brasileiros com Menor Penetração:



1. TO: 8,6%


2. MT: 11,3%


3. ES: 11,6%


4. RS: 11,7%


5. MA: 13,1%



Análise por Cidades (10 Cidades Mais Populosas):



1. Fortaleza: 61,8%


2. São Paulo: 55,7%


3. Goiânia: 54,6%


4. Brasília: 54,1%


5. Rio de Janeiro: 53,3%


6. Salvador: 52,3%


7. Recife: 50,5%


8. Belo Horizonte: 46,8%


9. Curitiba: 41,7%


10. Manaus: 33,9%



Desafios e Oportunidades:



Para alcançar uma verdadeira massificação do 5G, é crucial investir na expansão da infraestrutura, incluindo a instalação de novas ERBs e a modernização das existentes. 



Simplesmente ativar o 5G nas estações que atualmente possuem 4G não resolve os problemas de cobertura e qualidade no país. 



Estima-se que o número total de ERBs precisa ser três vezes maior para atender à demanda.



O processo de massificação do 5G é complexo, mas oferece um grande potencial para o Brasil. É necessário que governo, municípios, empresas de telecomunicações e a sociedade civil colaborem para superar desafios e aproveitar as oportunidades proporcionadas por essa tecnologia.

13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page