top of page

O Brasil já é o 3º maior mercado de banda larga fixa do mundo!


Não é nenhuma novidade que o mercado Brasileiro vem chamando a atenção do mundo quando falamos de banda larga fixa, a ponto de se tornar um modelo a ser seguido.



Isso fica muito evidente quando olhamos para o retrovisor e analisamos de fato esse crescimento, especialmente quando comparamos com o restante do mundo.



Em 2013, a população estimada do Brasil era de 201,03 milhões (IBGE 2013) e o país contava com 22,18 milhões de acessos de banda larga fixa.



Naquele ano, estávamos atrás do Reino Unido com 23 milhões de acessos, Rússia (23,7 milhões), França (24,9 milhões), Alemanha (28,6 milhões) e Japão com 36,9 milhões de acessos.



Agora, em 2023, com uma população levemente superior (203,06 milhões), chegamos a 49,5 milhões de acessos, ultrapassando todos os países citados anteriormente.



Para se ter uma ideia, em pouco mais de uma década, só os novos acessos que adicionamos (27,4 milhões) são maiores que todo o mercado atual do México (27,3 milhões), Coreia do Sul (23,8 milhões), Turquia (19,4 milhões), Itália (18,9 milhões) ou Espanha (18,1 milhões).



O Brasil não chamou a atenção apenas pelos expressivos números de crescimento (123,5% e 27,4 milhões), mas também porque, durante esse período, resolveu uma boa parte dos problemas sociais relacionados à falta de conectividade e acesso à internet via rede fixa.



Os desafios ainda são grandes, mas em pouco mais de uma década conseguimos transformar o mercado, conectar pessoas e empresas e nos tornar uma referência de mercado.



Esse é um momento de grande orgulho para o Brasil! A conquista do 3º lugar no ranking global de banda larga fixa demonstra o compromisso do país com a conectividade, a inclusão digital e o desenvolvimento socioeconômico. 



O futuro do Brasil na área é promissor, com a perspectiva de continuarmos a conectar milhões de pessoas e impulsionar o progresso do país.

9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page