top of page
  • XPlay TV

O Brasil ocupa a terceira posição em relação à velocidade média de acesso à internet via banda larga

José Felipe Ruppenthal


Fonte: Ookla - Speedtest Global Index (Setembro/23 - Dados: Julho/23)



No infográfico a seguir, apresento a classificação das velocidades médias de download via banda larga fixa na do Sul:


Classificação (em Mbps):


1 º - Chile: 240,34

2 º - Uruguai: 147,03

3 º - Brasil: 122,16

4º - Colômbia: 95,45

5 º - Peru: 88,97

6º - Paraguai: 80,20

7 º - Argentina: 68,55

8 º - Equador: 66,74

9 º - Guiana: 58,24

10 º - Venezuela: 29,02

11 º - Bolívia: 26,13

12 º - Suriname: 11,14


O grande destaque vai para o Chile, que não apenas lidera na América do Sul, mas também ocupa a terceira posição global. Essa posição tem se mantido consistente nos últimos 12 meses.


No Uruguai, o processo de transformação e aumento da velocidade média começou em janeiro de 2023, quando a velocidade média era de 94,41 Mbps.


No Brasil, vimos um crescimento significativo nos últimos 12 meses, saindo de 94,01 Mbps para download e 50,33 Mbps para upload, um aumento de 30% na velocidade média comparando com o cenário atual.


Esse avanço é ainda mais notável considerando já que estamos falando de um país com mais de 46 milhões de acessos à internet via banda larga fixa.


Somados, os outros 11 países totalizam aproximadamente 36,5 milhões de acessos de banda larga fixa. O Chile possui cerca de 4,4 milhões de acessos e o Uruguai, 1,1 milhão de acessos, por exemplo.


O progresso no Brasil é resultado do esforço conjunto das grandes e pequenas operadoras, que estão expandindo a infraestrutura de fibra ótica por todo o país, impulsionando a transformação e a nova economia digital.


A tendência é que a performance deve melhorar ainda mais nos próximos meses. Bora acompanhar!




*A Guiana Francesa foi desconsiderada nesse estudo.







2 visualizações0 comentário
bottom of page