Preparador físico do Caxias fala sobre intertemporada da equipe

Tiago Cetolin, responsável por planejar e realizar a preparação física do Caxias desde o final da participação grená no Gauchão 2022, participou de entrevista coletiva no final da manhã desta quarta-feira (06).

"A gente fez algumas avaliações que são necessárias. Olhar para saber em que nível estão para depois colocarmos os atletas em alguns treinos específicos e em alguns treinos técnicos e táticos que também eram importantes. A gente não ficou duas semanas fazendo trabalhos somente físicos. Isso é muito importante ressaltar", afirmou.

Além dele, Vladimir Duarte também esteve à frente do trabalho, enquanto o clube negociava a contratação da nova comissão técnica, que chegou na última segunda-feira. Segundo contou, à medida que o nome de Luan Carlos crescia nos bastidores do Caxias, a dupla procurou saber mais sobre o seu estilo de jogo para já ir aprimorando pontos que seriam importantes.

"O que a gente tentou implementar foi um trabalho de alta intensidade, preventivos e sanar algumas deficiências, se é que tenham. (...) Deixamos os atletas com o condicionamento físico próximo para que possam dar suporte para este modelo dele. Essa foi a ideia. Não foram duas semanas com trabalhos à revelia. A gente pensou em desenvolver estes atletas para que eles, quando cheguem no treinamento com o Luan, dessem esse suporte", disse.
Foto: Vitor Soccol/S.E.R. Caxias
19 visualizações0 comentário