Prova de Orientação será realizada em Caxias e no interior


Foto: internet/divulgação
Com origem na Noruega, a orientação é uma das provas que veremos em maio em Caxias do Sul. Ela não é uma modalidade inserida nas Olimpíadas, é realizada apenas na Surdolimpíadas, onde começou a ser disputada em 1997, em Copenhague.

Nessa modalidade o atleta se desloca pelo terreno e deve percorrer diversos pontos na ordem correta, utilizando apenas um mapa e uma bússola. É um esporte físico e mental, que exige muita concentração. Não se distrair é fundamental, como explica o oficial de ligação esportiva da orientação, Jader Messias Scherer.

"Por ser uma modalidade que exige muita concentração, com o pensamento aliado a atividade física, para os surdos eles têm a vantagem de não ter estímulos externos como sons da natureza, que para outros atletas acaba até mesmo comprometendo o desempenho. Nós ficamos muito felizes que na participação aqui no Brasil, onde teremos atletas de alto nível, onde os atletas surdos são do mesmo nível dos campeões mundiais da modalidade."

Na Surdolimpíadas estão previstas seis provas, sendo três urbanas e três em floresta. Esta será realizada em Criúva, localidade do interior de Caxias do Sul. Serão aproximadamente 50 competidores.

Acompanhe a reportagem da repórter Angélica Veraschini no vídeo abaixo:



18 visualizações0 comentário