" Quero um time competitivo e com coragem para jogar", afirma o técnico do Juventude


O Técnico Eduardo Batista concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, 29, falando sobre a intertemporada do Verdão, reforços e os jogos-treinos antes da estreia no Brasileirão contra o Red Bull Bragantino.

" A grande preocupação nossa era a parte técnico-tático, onde a gente buscar criar novas variações. O meu sistema de jogo ele mexe muito pouco, mas colocamos algumas variações que podem ocorrer durante o jogo e tudo isso estamos testando. Isso foi trabalhado essa semana, semana passada cuidamos da parte defensiva, mas essa semana na parte mais ofensiva, criando situações que podem acontecer durante o jogo. Você mudar sua equipe, sem mudar peças ", avalia o treinador sobre a intertemporada até agora.

O Juventude já oficializou 6 contratações e ainda mais reforços devem chegar ao Estádio Alfredo Jaconi. Para Eduardo, a principal dificuldade é achar alguém no meio campo.

" Buscamos atletas com rodagem de série A, com minutagem alta, acho importante ter atletas que conheçam a série A, que jogando ou não, estavam treinando em clubes de Série A e com isso ganhamos um perfil muito forte. Todos eles tem um DNA competitivo, caras que se entregam a um sistema e ao mesmo tempo tem coragem para jogar. Um time competitivo com e sem a bola, mas com a bola, principalmente coragem para poder jogar. (...) A maior dificuldade hoje é achar um meio campo, tanto na criatividade como no poder de marcação e na qualidade de passe. Temos um elenco bastante enxuto, então ainda buscamos algumas peças, mas na totalidade conseguimos trazer aquilo que a gente pensava e agora são situações pontuais que, se a gente conseguir, vai ser muito importante", afirma o técnico.

Chego hoje no Jaconi e o atacante Paulinho Mocelin e é esperado nos próximos dias o meia Óscar Ruiz.

Sobre a equipe, o técnico ainda diz não ter uma equipe titular, mas já possui uma espinha dorsal de time para o Brasileirão.

" Estamos testando algumas formações e variações com jogadores que podem transitar em um 4-2-3-1, como em um 4-1-4-1, como em um 3-4-3. Talvez amanhã seja uma espinha do nosso time, mas não posso garantir que seja a titular, até porque estamos com jogadores chegando a cada dia, mas todos eles com condições de ser titulares", afirma Eduardo Baptista.

Para o jogo-treino contra o Grêmio sub-23, nesta quarta-feira, 30, o Juventude começa a partida com Felipe Alves; Rodrigo Soares, Forster, Paulo Miranda e William Matheus (Busanello); Yuri e Jadson; Marlon, Capixava (Chico Kin), Edinho e Ricardo Bueno. Após 45min o técnico Eduardo Baptista muda todo o time.

Segundo o treinador, ainda, pode ser que essa não seja a mesma equipe que jogue contra o Criciúma, no jogo treino do final de semana, marcado para sábado, dia 02 de abril.



40 visualizações0 comentário