Restaurante oficial da Surdolimpíadas busca mostrar cultura gastronômica local aos atletas



Alimentar mais de 5 mil atletas de alto nível é um grande desafio. Na 24ª Surdolimpíadas, essa responsabilidade ficou por conta de Josiane Camassola, nutricionista responsável pelos cardápios de almoço e jantar dos atletas. Todos os dias, os cardápios contam vários tipos de comida e uma sobremesa tipicamente brasileira.


“Realmente é um desafio atender os atletas e conseguir agradar a todos. São diversos gostos, diversas crenças, diversos países que dividem o mesmo momento de alimentação, o mesmo buffet. Está sendo incrível, eles estão adorando os nossos hábitos, a nossa cultura. Nós, enquanto comitê, enquanto organização, e eu, como nutricionista, tentamos priorizar os alimentos aqui da nossa região de Caxias do Sul. Então, eles estão tendo contato e adaptando com a nossa cultura”, conta.

Quem topou o desafio junto com a Josiane foi o restaurante Tulipa, localizado nos Pavilhões da Festa da Uva. Rafael é sócio-proprietário do empreendimento e explica como tem sido a experiência de alimentar atletas surdolímpicos.


“Tem sido uma experiência bem diferente de tudo que a gente já viveu até hoje. Tivemos algumas experiências em eventos grandes, mas nada parecido com o que está acontecendo aqui agora. Tem sido um desafio bem grande pela questão de serem várias culturas. Mas, de maneira geral, tem sido bacana, a gente tem conseguido se comunicar, ter bons feedbacks e eu acho que, num geral, a gente está conseguindo alcançar nosso objetivo”, ressalta.


Confira na reportagem de Gabriela Bento Alves:



13 visualizações0 comentário