Tocha surdolímpica deixa a Suíça rumo a Caxias do Sul

Tocha passará por Paris antes de chegar a Serra Gaúcha

Diana Kyosen, presidente da CBDS, e Gustavo Perazzolo, presidente da ICSD.
Foto: Cleberson Portella
Após o encerramento da cerimônia de sorteio da fase de grupos dos esportes coletivos da 24ª Edição das Surdolimpíadas de Verão, realizada em Lausanne, na Suíça, nesta quarta-feira (30), o Presidente do Comitê Internacional de Esportes para Surdos (ICSD), Gustavo Perazzolo, recebeu a tocha surdolímpica, um dos maiores símbolos dos jogos.

Agora a tocha inicia o seu percurso rumo a Caxias do Sul, que sediará a 24ª edição do evento entre os dias 1º e 15 de maio. A tocha sai do Complexo Maison Du Sport International, em Lausanne, e antes de vir para o Brasil, passará ainda por Paris. A breve passagem pela capital francesa se deve ao fato de Paris ter sediado os primeiros jogos surdolímpicos, quase um século atrás, em 1924.

Ao receber a tocha, Perazzolo realizou a passagem simbólica para Diana Kyosen, Presidente da Confederação Brasileira de Desporto de Surdos (CBDS), que também esteve presente na cerimônia de sorteio das chaves. A tocha deve chegar a Caxias do Sul nos próximos dias, quando a comitiva retornar da Suíça, mas só aparecerá ao público na abertura do evento, que será realizada no Ginásio do Complexo Esportivo do SESI, no dia 1º de maio.

Todas as modalidades das Surdolimpíadas terão transmissão por streaming, com acesso liberado, através do canal da Deaflympics TV by XPlay. Serão três transmissões diárias, uma por turno, com narrador, comentarista, repórter e intérpretes de língua brasileira e língua internacional de sinais.

355 visualizações0 comentário