Wesley admite dois tempos distintos contra o Marcílio Dias e prega foco no Cascavel

A derrota fora de casa para o Marcílio Dias, no último final de semana, já é página virada, no Estádio Centenário. No entanto, as lições da partida não foram esquecidas pelo zagueiro Wesley, que concedeu entrevista coletiva, na tarde desta terça-feira (15). O defensor declarou que foram dois tempos distintos em Itajaí, culminando no resultado negativo.

"O jogo foi de dois tempos distintos. No primeiro tempo a gente controlou o jogo, fizemos gol e tivemos chance de aumentar o placar. No segundo tempo, até pelo propósito que eles tinham, foram para o tudo ou nada, colocaram três, quatro atacantes e a gente não soube explorar os contra-ataques".

Na ótica do jogador grená, a bola parada é um aspecto a ser corrigido para a próxima partida: "A gente tem que corrigir, não podemos levar dois gols de bola parada, tem que estar mais concentrado porque hoje em dia a bola parada vem decidindo muitos jogos, então é trabalhar essa semana para não cometer os mesmos erros contra o Cascavel".

O próximo compromisso do Caxias na Série D é no sábado, 15h, em duelo direto contra o Cascavel, dentro de casa. Os gaúchos ocupam a terceira posição do grupo 8, com 16 pontos, enquanto os paranaenses são os líderes, com 18. Sobre o adversário, Wesley destacou a força do adversário, mas frisou que o time precisa valer o fator local e vencer a partida.

"[...] agora é concentrar nessa semana, trabalhar corrigir os erros, e pensar no Cascavel, porque só a vitória no interessa para buscar a classificação. O Cascavel é uma grande equipes, candidato ao acesso, como a gente é também. Não podemos ter erros, é uma decisão antecipada do grupo, vamos estar jogando em casa então a gente tem a obrigação de sair daqui com os três pontos", concluiu.

foto: Vitor Soccol / SER Caxias






14 visualizações0 comentário