top of page
  • XPlay TV

Banco Social de Materiais de Construção auxilia comunidade a finalizar projetos

Secretaria Municipal de Habitação recolhe e distribui gratuitamente os insumos

Foto: Samuel Maciel



Em pouco mais de nove meses, já se vê o resultado das atividades do Banco Social de Materiais de Construção de Caxias do Sul. Criado com o propósito de facilitar e ampliar o acesso do segmento da população econômica e socialmente mais vulnerável a insumos construtivos – oferecendo uma alternativa viável para a melhoria das próprias condições de moradia – o mecanismo gerido pela Secretaria Municipal de Habitação (SMH) realizou mais de 42 atendimentos.


Além das famílias de baixa renda que compõem a faixa prioritária de atendimento, o programa já traz benefícios para múltiplas esferas da comunidade por meio de doações encaminhadas a entidades assistenciais, secretarias e outros órgãos do próprio poder público e, principalmente, de escolas da rede municipal de ensino. É um processo que gera economia em dose dupla: financeira e ambiental.

"Por isso, contamos com a colaboração de toda a sociedade para reforçar as doações e aumentar o estoque do Banco Social de Materiais de Construção. Porque é uma iniciativa duplamente sustentável. Estamos oferecendo uma possibilidade de incremento na moradia absolutamente econômica para a população e dando destinação adequada a recursos em boas condições que, de outra forma, se perderiam ou poderiam ser até descartados incorretamente. As pessoas podem estar seguras de que trata-se de produtos de qualidade, devidamente classificados", revela o secretário municipal de Habitação, Carlos Giovani Fontana.


O processo é simples. E tem duas mãos. Empresas ou pessoas físicas interessadas em colaborar com doações – ou que simplesmente desejam se ver livres daquela sobra de itens de obra que hoje só ocupa espaço no depósito ou na garagem – devem entrar em contato com a SMH pelo telefone 3218.6119. A própria secretaria se encarrega de fazer o recolhimento do material, desde que em boas condições de uso, sem nenhum custo adicional para o doador.


E quem precisa do auxílio do Banco de Materiais para iniciar ou terminar uma obra deve procurar a SMH pelo telefone 3218.6119 – ou a Fundação de Assistência Social (FAS) – para realizar um cadastro de vulnerabilidade econômica e social. É a partir da análise dessas informações que os órgãos do Município conseguem estabelecer a ordem de urgência e a capacidade de atendimento de cada caso. Da mesma forma, a equipe da SMH realiza a entrega dos materiais às famílias beneficiadas, totalmente de graça.

Nas 30 coletas de material realizadas até o momento, já foi possível obter doações de 92 portas, 40 janelas, 60 janelas basculantes, 110 telhas, 22 vasos sanitários e 600 escoras, além de várias peças de cerâmica e sacos de insumos como cal e cimento-cola. "Logo no início do ano já estaremos visitando empresas e entidades representativas do setor de construção civil de Caxias do Sul e região para apresentar o trabalho do Banco Social de Materiais de Construção. Temos a expectativa de um grande engajamento no projeto, em função deste viés profundamente social. Muitas vezes, para quem está se desfazendo dos materiais, eles podem representar pouco ou aparentar baixo aproveitamento. Mas para quem recebe, faz toda diferença. Às vezes, como já aconteceu, é aquele metro de tijolo que falta para terminar um banheiro novo na casa", completa Fontana.



Fonte: Assessoria de Imprensa

1 visualização0 comentário
bottom of page